10 de junho de 2016 • Instituição de ensino

Como usar as redes sociais com os alunos? Confira 8 ideias para professores!

Kiev, Ukraine - August 26, 2013 - A collection of well-known social media brands printed on paper and placed on plastic signs. Include Facebook, YouTube, Twitter, Google Plus, Instagram and Tumblr logos.

 

Primeiro foram os celulares comuns, depois os smartphones. E a tecnologia, sem pedir licença, invadiu a sala de aula. Antes eram os bate-papos em voz alta com interlocutores do outro lado. Hoje os bate-papos continuam, porém mais silenciosos, pela rolagem touchscreen. Já experimentou perguntar quantos dos alunos da sala possuem um perfil no Facebook ou em outra rede social? Nem é preciso, não é mesmo? Você já sabe que toda a classe levantaria a mão.

A reflexão que nosso post propõe hoje é: será que é possível continuar ignorando o enorme valor que os jovens dão às redes sociais? Pesquisa de 2013, realizada pelo Conectaí, em parceria com o YouPIX, e conduzida pelo Ibope Media, constatou que perto de 95% dos brasileiros de 15 a 33 anos consideram-se viciados em tecnologia.

Não seria mais sábio trazer essas redes, oficialmente, para dentro da sala de aula e tirar proveito delas para a aprendizagem? A verdade é que, mais do que entreter, o espaço virtual pode se tornar um dispositivo muito interessante para captar a motivação dos alunos e, dessa forma, deixá-los abertos à recepção do conhecimento.

8 ideias de como usar as redes sociais em sala de aula

Existem diversas ideias para trazer as redes sociais para dentro da escola. Levantamos 8 delas que poderão ajudar você a iniciar seu mergulho nessa área. Afinal, a tecnologia na sala de aula existe para ser usada e, de preferência, para o melhor uso pedagógico. Acompanhe nossas sugestões:

1) Em primeiro lugar, o objetivo do trabalho em rede social precisa estar bem claro para os alunos. Deve-se estabelecer um código de conduta a ser respeitado por todos. Além disso, é preciso certificar-se de que todos tenham contas nas redes a serem utilizadas. Para quem ainda não tem, é preciso apoio do professor e dos colegas na hora de abrir uma.

2) Realização de pesquisas. Já pensou quantos assuntos polêmicos podem ser explorados na sala de aula? Por exemplo, o projeto de lei sobre a maioridade penal para adolescentes menores de 18 anos, que está sendo discutido na Câmara de Deputados. Por que não fazer uma pesquisa com a opinião dos ‘amigos’ de cada um no Facebook e, depois, fazer um texto sobre os resultados?

3) Textos mais concisos. Que tal usar o Twitter onde cada post exige um máximo de 14 caracteres para treinarem a concisão de textos? Faça uma seleção de cinco pequenos contos, por exemplo, e entregue a cinco grupos da sala, para que treinem uma série, por exemplo, de 10 tweets, que exprimam o conteúdo do conto. Após as correções, libere os integrantes do grupo a ‘tweetá-los’.

4) Transformar debates virtuais em reais. Aproveitar debates reais ocorrendo em tempo real na rede e trazê-los para a sala de aula, organizando uma versão verdadeira a ser encenada pelos alunos, com uma turma favorável e outra contrária, bem como elegendo um membro moderador.

5) Biblioteca virtual. Selecionar leituras que utilizem e-books disponíveis gratuitamente na web. Ensinar os alunos a compartilhar esses arquivos entre si garantindo a todos a mesma oportunidade de acesso;

6) Biografias para postagem. Promova uma busca conjunta de biografias de escritores ou de personagens históricos que estejam sendo estudados. O objetivo é que postem uma abertura/resumo e, em seguida, compartilhem um link para a informação completa.

7) Conta coletiva da sala. Que tal abrir um espaço no Facebook, por exemplo, onde todos possam postar assuntos de interesse dos demais colegas e também do professor? Com certeza, treinarão o melhor post, bem como capricharão na ortografia;

8) Organização de mapas mentais.  Essa ferramenta nada mais é do que um diagrama onde se parte de um assunto central, por exemplo, ‘redes sociais’, e em seguida vêm as ramificações mais óbvias: Quais? O que fazem? Ajuda em pesquisas e memorizações. Com a internet, é possível colocar em uma só página um assunto complexo, com a ajuda de links. Fica muito mais fácil para estudar.

Então, animou-se com alguma dessas ideias? Você tem outras? Compartilhe conosco nos comentários. Redes sociais em sala de aula ainda é um assunto novo e sua contribuição será muito bem-vinda!

 

 

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

Deixe uma resposta